Advento

O caminho que nos conduz ao Natal

Damos início ao tempo do Advento no domingo dia 3 de Dezembro, que abre o caminho que nos leva às grandes festividades do Santo Natal. São quatro domingos que a comunidade cristã e cada um de nós têm para preparar-se condignamente para tal efeito.

A palavra Advento tem origem latina e significa “chegada, aproximação, vinda”. No Ano Litúrgico, o Advento é um tempo de preparação para a segunda maior festa cristã: o Natal do Senhor. A igreja comemora a vinda do Filho de Deus entre os homens e vive a alegre expectativa da segunda vinda d’Ele em poder e glória, sem que o saibamos quando, mas Ele virá.

O Advento possui quatro semanas e, por isso, quatro domingos celebrativos. Por exemplo o terceiro domingo do Advento é chamado de domingo da alegria, com a sua antífona “alegrai-vos sempre no Senhor”, mostrando a alegria da proximidade da celebração do Natal.

Dois personagens bíblicos ganham destaque na celebração do Advento: Maria e João Batista. Ela porque foi escolhida por Deus para ser a mãe do Salvador, ele porque foi vocacionado a ser o precursor do Messias. Maria se torna modelo do coração que sabe acolher a palavra e gerar Jesus. João Batista se torna modelo de uma vida que sabe esperar nas promessas de Deus e agir anunciando e preparando a chegada da salvação. Em ambos se manifesta a realização da esperança messiânica judaica e o anúncio da plenitude dos tempos.

A espiritualidade do Advento é marcada por algumas atitudes básicas: a preparação para receber o Cristo; a oração e a vivência da esperança cristã. A preparação para receber o Senhor se dá na vivência da conversão e da ascese.

Precisamos ter um olhar atento sobre nós e a realidade que nos cerca e nos empenharmos para correspondermos com a ação do Espírito de Deus que quer restaurar todas as coisas. O nosso relacionamento com o nosso corpo e os nossos afetos, com os nossos familiares e pessoas íntimas, nossa participação na vida eclesial e social devem estar no foco de nossa atenção. A preparação para celebrar o Natal demanda uma confissão sacramental bem-feita e um propósito firme de renovação interior.

O tempo do Advento é marcado por uma vivência mais profunda da vida de oração. A leitura orante deste período nos coloca em contato com as profecias de salvação do Antigo Testamento, com a expetativa que os cristãos da igreja primitiva tinham da Parusia e com os eventos principais que antecederam o nascimento de Jesus. A recordação dos eventos que antecederam a primeira vinda de Cristo se torna a base da preparação da igreja para o novo Advento do Senhor. A Santa Missa e a Liturgia das Horas são os principais momentos celebrativos. Os exercícios de piedade, como a oração e a meditação dos mistérios gozosos do rosário e a novena de Natal podem ser caminhos eficazes para uma boa preparação ao Santo Natal.

 

Que o tempo do Advento seja realmente uma nova oportunidade para cada um de nós, para as nossas famílias e toda a igreja crescermos juntos na unidade e buscarmos o verdadeiro caminho que nos leva ao autêntico Natal que nos liberta de todas as amarras do pecado, da injustiça e da morte.

Desejo a todos e a cada um de vós, um Advento de confiança na espera Daquele que veio, que vem e que virá. Um Natal celebrado na Fé e na alegria do Deus que se faz criança para nos salvar. Boas Festas e um Feliz 2018 cheio de novas esperanças.

P. Miguel

Envie um comentário

Tem que estar logged in para inserir comentários.

Book your tickets